template_blogheader01

27th March 2017

VB TURNS 10

Dez anos de história pedem uma viagem nostálgica pelos nossos momentos mais marcantes! E quem melhor para contar a história desta inesquecível aventura que Patrícia Nunes Pereira? Foi com ela que tudo começou, numa antiga mercearia de bairro, e é ela que, agora, nos revela como foi esta década de Vintage Bazaar.

 

10 ANOS, 10 PERGUNTAS

 

1. Como manda a tradição, comecemos pelo início. Como e porque motivo nasce a Vintage Bazaar?  

A VB nasce de uma forte paixão e de uma enorme vontade de passar uma mensagem. Percebi desde cedo que um projeto para se afirmar tem de ter uma identidade forte. Tive uma ideia muito clara do que queria fazer, criei uma estratégia própria de negócio, segui a minha intuição, fui sempre coerente com o conceito e fui conseguindo correr riscos e tomar decisões. A partir daí, com muita entrega de toda uma equipa que se foi desenvolvendo e também com um  pouco de sorte o projeto foi avançando e nunca mais parou.

 

template_blogheader02

 

2. Quais sente que foram as principais influências que levaram à criação da marca?

Com coleções quinzenais de pronta entrega, as influências são sempre muitas e variadas. Tem de haver um forte equilíbrio entre aquilo que o mercado pede e o nosso espírito enquanto marca, esse é um dos nossos maiores desafios e talvez aquele que mais nos realiza. Ter duas áreas de negócio ativas, lojas próprias e revenda, veio a tornar-se um privilégio e faz-nos reagir muito rápido aos desejos próprios de uma indústria cada vez mais veloz. Ainda assim, o modern bohemian é o mood que melhor nos descreve e as constantes viagens abrem-nos o espírito e enchem-nos de energia e inspiração.

 

mafalda

 

3. Em 10 anos muito mudou no mundo e no país, mas a essência da Vintage Bazaar permaneceu inalterada. De que forma se consegue este feito?

É verdade, em 10 anos muita coisa acontece… ainda me custa a crer que já tenhamos uma década de história… Na VB vivemos num ritmo alucinante mas dedicamo-nos a cada desafio de corpo e alma, tentando sempre reinventar-nos, transpondo a nossa essência para tudo o que fazemos. A inquietude e a vontade de querer fazer sempre mais e melhor faz-nos potenciar todos os dias o nosso projeto. Mais do que inalterada penso que a nossa essência tem sabido adaptar-se aos vários desafios.

 

4. Uma década de muitas histórias, certamente. Qual foi o momento mais memorável da história da Vintage Bazaar até agora? E aquele que provocou mais (so)risos?

Tenho muito boas memórias de todo este percurso, há uma energia muito positiva à volta da VB. A memória mais bonita que tenho foi a da minha primeira viagem à Ásia, em que as dúvidas, incertezas, riscos e medos deram lugar às conquistas, certezas, aventuras e ao nascimento da marca. Nunca vou esquecer também todas as pessoas que me deram força e me disseram que acreditavam em mim e que correr atrás dos nossos sonhos vale a pena. Lembro-me também do sorriso que tinha estampado na cara quando vi pela primeira vez uma mulher na rua com uma peça VB, lembro-me de pensar: “ vamos embora Patrícia, estás no caminho”. Outra coisa que me deixa de sorriso de orelha a orelha é ver a minha equipa chegar todos os dias de manhã com entusiasmo e vontade de agarrar o dia, tenho um profundo respeito e admiração pela equipa que a VB tem vindo a construir.

 

template_blog02

 

5. Diz-se apaixonada pelo comércio de rua. Como é ter duas lojas de rua em duas zonas icónicas? E como foi reabrir a morada no Chiado – um local tão histórico da Capital?

Eu cresci em Santo Amaro de Oeiras e ter tido a sorte de ver a VB crescer no mesmo sítio que eu tornou tudo ainda mais especial. A loja do Chiado foi amor à primeira vista e foi a certeza de que a marca estava pronta para aterrar em Lisboa, logo na zona que mais me encanta. Abrimos numa época difícil mas conseguimos, ano após ano, afirmar-nos e agora, nos 10 anos da marca achámos que estava na hora de lavar a cara e mostrar às nossas clientes que estamos prontas para mais 10. Lisboa está mais viva que nunca e é um orgulho enorme contribuir à nossa escala, sempre fiéis ao comércio de rua, para dinamizar a cidade mais bonita do mundo.

 

template_blogheader04

 

6. As lojas da Vintage Bazaar têm um ambiente muito próprio, influenciado por uma decoração única. Como é o processo de escolher as peças e decoração dos espaços?

Conseguir afirmar o nosso conceito de lifestyle enquanto marca nas nossas lojas sempre me fascinou. Elas vieram trazer-nos a possibilidade de revelarmos ainda melhor o nosso universo. Para além dos flashes quinzenais, nas lojas VB podem sempre encontrar-se acessórios, calçado, peças vintage remodeladas e muita decoração. Adoro descobrir coisas novas nas viagens que faço, tudo é escolhido com muita emoção. Temos muita atenção também ao merchandising e às montras que estão em constante transformação. Gosto muito da ideia de inspirar as pessoas, de fazê-las sonhar, é esse o meu critério quando seleciono peças para as lojas, levar as pessoas a sonhar.

 

03

 

7. As mulheres são uma das bases do legado da Vintage Bazaar. Como inspiram elas a marca?  

Na base da VB estão essencialmente mulheres e é a pensar nelas que nos empenhamos e entusiasmamos. A força, a determinação, a capacidade, a coragem, a versatilidade, a sensibilidade e o sexto sentido das mulheres inspiram a marca todos os dias em todos os sentidos.

 

8. É mulher, mãe, empreendedora… Trabalha para que a Vintage Bazaar consiga responder às necessidades das mulheres que, como a Patrícia, são multifacetadas? De que forma?

As mulheres têm uma força inata para abarcar as várias facetas das suas vidas. Mesmo por vezes com muitas dificuldades têm essa habilidade e intuição natural pela qual se deixam conduzir e que as leva sempre para a frente. Sou uma pessoa muito positiva que tento sempre tirar o melhor lado das coisas, e potenciá-lo ao máximo. Passo esse espírito á minha equipa e peço sempre que tentem ouvir os desejos e as necessidades de quem nos procura.

 

bloggers

 

9. A provar esta influência feminina estão também as várias VBGirls. Como é trabalhar com estas portuguesas inspiradoras e bem conhecidas do público em geral? Há alguma curiosidade que possa partilhar connosco?

Temos tido a oportunidade e o privilégio de nos ir cruzando com várias mulheres que nos inspiram, sempre de uma forma muito natural e genuína. Conseguir equilibrar a notoriedade que qualquer marca deve ter com a verdade da mensagem que se quer passar, é fundamental. Por isso lhes chamamos de VBGIRLS, pois cada uma delas no seu estilo e no seu dia a dia vem buscar à marca registos distintos,  levando-os para as suas vidas reais. A maior curiosidade que posso partilhar é que, muitas vezes, apesar dos seus mundos mais mediáticos, são mulheres normais, com as mesmas dúvidas e certezas que todas as outras e é isso que faz, com que se tenha desenvolvido uma amizade muito bonita com muitas delas que se não fosse a VB não existiria.

 

10. O que podemos esperar para os próximos dez anos de Vintage Bazaar?  

Muita vida, muita garra, muita inspiração e muita vontade de continuar a percorrer este caminho com muitos sorrisos ao lado da minha equipa.

 

viagens

 

EM VIAGEM COM PATRÍCIA NUNES PEREIRA

A viagem que mudou a minha vida foi… a  Tailândia.

O meu destino preferido é… aquele que ainda não conheço.

O meu guilty pleasure em viagem é… algo que embale o pôr do sol.

A coisa mais engraçada que me aconteceu em viagem foi… ter de mudar no próprio dia o destino da minha viagem, e chegar de Uggs a um destino de 37º… conclusão: devemos levar sempre na nossa mala umas havaianas!!!

Se só pudesse visitar mais um destino no mundo seria… algum em  África.

Nas minhas viagens aprendi que… a sorte proteje os audazes.

Em Portugal nunca me canso de viajar para… a Costa Vicentina.

O próximo destino que irei visitar é… Sri Lanka.

Uma coisa que nunca planeio, e adoro deixar ao acaso, quando viajo é… quase tudo.

Viajar, numa só palavra, é… VIVER.

 

 

 

Deixar uma resposta

Our Instagram

Join our newsletter

Stay connected

Cookies on this site help to enhance your user experience

Cookies are small files stored in your browser. They are used for technical, functional and analytics purposes.

I Agree
Feedback